Delegado do “caso Bruno” forjou provas para incriminar inocente

11 julho, 2010 at 03:02 (Uncategorized)

Delegado Édson Moreira acusou de assassinato um inocente, em 2001

O delegado da Polícia Civil – MG Édson Moreira foi o responsável direto por uma das maiores injustiças cometidas pela instituição. Em dezembro do ano 2000, o jornalista do Estado de Minas José Cleves da Silva, foi vítima de um assalto, cujo desfecho teve sua esposa, Fátima Aparecida de Abreu Silva, assassinada com três tiros a queima-roupa. Contrariando todos os indícios da cena do crime, o delegado da Divisão de Homicídios, Édson Moreira, indiciou José Cleves como acusado do assassinato.

Como ficou provado posteriormente, o inquérito continha falhas técnicas grosseiras, além de tentativas deliberadas de incriminar o suspeito, como produção de laudos falsos, modificação da cena do crime, e contradições entre as declarações do delegado e a realidade atestada pela perícia independente. O caso foi alvo de comoção nacional, quando uma matéria no Fantástico levou em consideração apenas a versão oficial da polícia, negando ao acusado o benefício da dúvida. Acusado injustamente pela polícia, pela opinião pública e pela imprensa, o repórter José Cleves teve que se afastar de suas atividades profissionais e se dedicar à investigação do assassinato de sua esposa e à própria defesa.

O jornalista vinha publicando no Estado de Minas reportagens sobre atividades ilícitas em que estavam envolvidos policiais mineiros, como venda de carteiras de habilitação e comércio ilegal de armas. Conforme contou em carta enviada à Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados de Minas Gerais, José Cleves foi vítima de uma armação, cujo intuito era fazer cessar as denúncias que pesavam sobre a polícia.

Em 2008, Cleves foi declarado inocente pelo Superior Tribunal de Justiça e o processo foi arquivado. O STJ entendeu que o conjunto probatório levantado pela investigação da Polícia Civil não tinha fundamento na realidade. O delegado Édson Moreira, que dizia não ter dúvida de que o jornalista havia matado a esposa, continua exercendo normalmente a profissão.

Veja transcrição integral do depoimento de José Cleves à Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados de Minas Gerais. (Arquivo em PDF)

Nota de Luís Nassif sobre o delegado

Outras fontes sobre o caso Cleves:
DZAI
Folha

Anúncios

34 Comentários

  1. Rafael said,

    Esse Delegado é um FDP!!!

  2. Juliana said,

    Nossa Drico!
    Eu, como uma pessoa “muito atenada” com o que se passa em meu país, te agradeço por ter me tirado da ignorância. Não sabia disso.

  3. Vânia said,

    As vezes da um desespero….
    Será que nesse Brasil so tem bandidos???
    Que medooo

  4. Maria said,

    Q puxa, eu ñ sabia desse caso e mesmo assim nunca simpatizei com esse tal delegado. Confesso q tenho dúvidas no caso do Bruno, mais tb ñ consigo ver esse delega com bons olhos.Ele já ñ me inspirava confiança e agora é q eu fiquei mais em dúvida ainda.
    O q me chamou atenção foi quando ele recebeu o Bruno na sua delegacia e usou essa frase: “Vc agora está em MG” eu fiquei querendo entender o q ele quis dizer e agora acho q entendi.
    Deus, se Bruno realmente for culpado q ele pague e senão, faça justiça.Essa é a oração q eu quero fazer depois q eu li essa matéria.

  5. Isaias Goncalves said,

    Esse delegado desde o inicio do caso que nao inspira confianca…querendo protagonismo.
    Depois de ver o caso Cleves….so reforca a ideia de que talvez o caso Bruno esteja a ser mal encaminhado.
    Se o Bruno for de facto culpado….que se faca justica…. parece-me estranho o envolvimento de tanta gente nesse crime, usando as casas, carros, familiares do atleta para o crime….quando normalmente os criminosos tentam ser mais discretos, para nao deixar pistas….como temos vindo a acompanhar em tantos casos ja ocorridos.

  6. Maria Helena said,

    Este delegado nao me inspira confiança ainda mais agora que lí sobre isto.
    Porque as duas delegadas ainda continuam no caso? Espero somente que nao haja injustiça novamente. Da medo….

  7. Junior said,

    Essa fralda foi fraudada!!!!!
    Quer dizer então que a camareira encontrou fralda, ligou para mãe diná, ficou sabendo que essa fralda ia ser útil e guardou, depois de varios dias a policia pegou essa prova fez exame de DNA e provou que era do suposto filho do bruno? aonde chegou esse delegado fanfarrão, mas vale lembrar que ele é acostumado a forjar provas, pesquisem sobre o caso do jornalista Cleves que ele tentou encriminar, mas não conseguiu!!!

    Pelo amor de Deus!! essa da fralda foi uma atitude desesperada desse delegado!!!

  8. nara fontes said,

    Aquele que mexer com a menina do meu olho sentira o poder das minhas mãos, foram estas as palavras de Deus…
    Acordem esse delegado é um criminoso fará tudo para ser promovido o Bruno não merece pagar por um crime que não cometeu…
    Vamos investigar de certeza ele odeia o goleiro, e não podemos esquecer que ele fala do crime como se estivesse presente…
    Te amo Bruno de coração, Deus livra este menino amém.

  9. Sonia Ramos said,

    Esse mal chamado de “delegado”,má mandou mais de 1000 pessoas inocentes.Gão gosto dele,é falso e tb tenho minhas dúvidas sobre o caso Bruno.O jornal New York Times,disse que o casso Buno parece novela de ciencia ficção.Não acredito nele,só Deus sabe.A mídia só quer Ibope,tb não vale nada.Que Deus nos priteja mesmo,a gente não sabe se tem medo da polícia,eu tenho o dos bandidos.
    DEUS NOS ACUDA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  10. rik said,

    bandidaooooooooooooooooo,

  11. damis said,

    deixa nosso goleirao em paz delegado, vai prender bandido de verdade,

  12. agricio tobias de lima said,

    Esse delegado trapallhao quer si aproivatadr d uma situaçao para si projetar.

  13. jeunny said,

    NAO ACREDITAVA NESSE DELEGADO E AGORA SEI QUE ELE TEM INVEJA DO BRUNO NAO SE PODE TRATAR UM SER HUMANO DESSA FORMA COMO UMA PESSOA PRA MATAR ALGUEM CHAMA DEZ PESSOAS PRA COMETER UM CRIME DESSES ESQUARTEJAR SEM TER SANGUE SE ELE MATOU QUE PROVE O CRIME

  14. jeunny said,

    NAO CONFIO NAO ACREDITO NA POLICIA E NEM NA JUSTIÇA DESSE PAIS, CASO COMO ESSE NAO SE RESOLVE EM 40 DIAS,E PRECISO UM INVESTIGAÇAO SERIA COM FATOS E PROVAS REAIS,SE ELISA MORREU DIA 10 ENTAO FOI A QUE HORAS DE MANHA OU A NOITE ONDER ESTA O CORPO O ATESTADO DE OBITO QUEM MATOU ELISA ,FOI ESQUARTEJADA NA CASA DO BOLA E NAO ENCONTRARAM UMA GOTA DE SANGUE DESSA MOÇA SE EXISTE JUSTIÇA SOLTEM OS REUS E PROVEM A MORTE COM ELES EM LIBERDADE POIS JA ESTAO CONDENADOS PELA SOCIEDADE NAO OS TORTURE COMO ESTAO FAZENDO ISSO E ILEGAL,TEM MUITAS FALHAS ESSE PROCESSO CONSERTEM ENQUANTO E TEMPO,JUSTIÇA.

  15. Francisca das Chagas said,

    Esse delegado deve ser frustrado, além do mais, arbitrário. Seeu fosse ele ,teria vergonha com a história da fralda, francamente, vá querer se promover lá nas Arábias.

  16. Francisca das Chagas said,

    Se alguém que faz parte da justiça , veja esse delegado com outros olhos ,e não com os olhos de já ganhou. Parece que tem o rei na barriga. Quando o Bruno chegou , o delegado se inflou todo, parecia ser Deus,mas ele é acostumado a ser desonesto e fraldar provas. Lembram do caso Cleves? Ele foi arbitrário e arrogante, da mesma forma com o goleiro Bruno.

  17. angelo brutes said,

    delegado moreira é um idiota quer ser ator global

    • joana said,

      estou com vcs o delegado devia estar junto com os presos é um pakidérmio

  18. mario antunes said,

    gostaria que alguem desse uma surra nesse delegado idiota

  19. Karol Coelho said,

    Caramba, eu estava numa mostra de fotografia e vi a imagem de um soldadinho, lembrei da minha infancia com minha irmã e cheguei em casa e corri pro computador pra mostrar o soldadinho esqueciiido na memória pra ela… quando joguei no google “soldadinho” de arvore e só saiu a imagem no seu blog, acabei lendo o post sobre eles que vc fez em 2008(CHOREI MUITO LENDO PRA ELA).

    Parabéns pelo blog…

    • Adriano Fernandes said,

      Fique à vontade e volte sempre 😉

    • wanderson said,

      Vê se cresce Karol. Que comentário cretino, digno de sua pessoa hein

    • Anônimo said,

      JA QUE O SENHOR BRUNO E INOCENTE MANDE ELE ABRIR A BOCA;DEIXA O EDISON MOREIRA TRABALHAR

  20. Simine Dias Costa said,

    Voces são todos burros e “marias vai com as outras”;
    Eu acomapanhei de perto o “CASO JOSÉ CLEVES” pela imprensa e peguei no fórum cópias dos autos, pois era na época estudante,hoje sou advogada.
    Ãs provas de que o José Cleves assassinou covardemente a mulher, traiçoeiramente é patente, tanto o é que foi levado a Júri. Várias pessoas experiente, jamais irão ao mesmo tempo enganar-se, ele MATOU MESMO.
    jOSÉ CLEVES É UM DISSIMULADO que mqtou a mulher para esconder alguma coisa muito grave, a qual não foi descoberta na época.
    O Estado de Minas pagou o melhor Advogado para ele se livrar do crime.
    Ele é um assassino frio, calculista e dissimulado que enganou e está enganando muita gente. Mais eu e 99 por cento da população não serão engados por esse pulha assassino, o Delegado EDSON MOREIRA é um exclente profissional, da mais alta competência profissional, ainda bem para a população.
    NÃO ACREDITEM NESSE ASSASSINO DISSIMULADO QUE QUER ENGANAR VCS.

    simone

  21. Simine Dias Costa said,

    Concordo plenamente com a Simone, como um Delegado, vários Promotores de Justiça e Juízes de Direito vão enganar-se, esse José Cleves é realmente um assassino, tremendo CARA DE PAU, que foi absolvido graças aos amigos jornalistas e os donos do Jornal o Estado de Minas que pagou o melhor advogado do Estado para defendê-lo. Agora vem dar uma de vítima, a mim esse DISSIMULADO não engana. Matou a mãe dos filhos dele, sem dar sanche de defesa.
    Sandro Francisco Verdiani

  22. Simine Dias Costa said,

    Essa moça colocou o comentário com muita profundidade e conhecimento, realmente pelo que interpretei do texto esse tal de José Cleves é um assassino cara de pau, porque matar a mulher, convencer a família dela e dele, bem como os filhos de que não matou ESSE JOSÉ CLEVES, ALÉM DE ASSASSINO É UM ARTISTA E devia estar trabalhando nas novelas da TELEVISÃO BRASILEIRA, PASSA EM QUALQUER TESTE.
    Cláudio Queiroz Oliveira

  23. Simine Dias Costa said,

    A Simini estou direito e pegou cópia dos autos para analisar e afirmou com muita propriedade com base em provas contudentes que o safado do José Cleves matou a esposa fátima, com uma arma comprada por ele de um cabo que foi condenado pela Justiça por comércio ilegal de armas. Agora esse DISSIMULADO fica dando uma de vítima, escrevendo livro para tentar convencer os outros de que não matou a esposa, o cara é tão baixo que juntou com o noiado do Ércio Quaresma para atacar o Delegado que investigou o caso. Os Promotores e Juízes ele não ataca, sendo que foi levado a Júri e absolvido graças aos amigos jornalistas e o dono do Jornal o Estado de Minas que pagou para o Dr. Marcelo Leonardo para defendê-lo, a peso de ouro. José Cleves é um dissimulado assassino de mulheres, frio, calculista e CARA DE PAU.
    Parabéns Delegado Edson Moreira por desmascarar esse crápula mentiroso do José Cleves.
    Alessandra – Minas Gerais

  24. Antonio said,

    Temos que separar bem,existe a impunidade e a injustiça.
    Uma coisa é deixar o bruno assassino livre ou coisa é prender e acabar com a vida do bruno inocente.
    Primeiro tem que se provar que eliza morreu,para em seguida querer incriminar bruno nesse crime,se não conseguimos provar a morte dela,mas provar mesmo,nada de carta escrita por xico xavier.
    São as provas que dizem a verdade de o que ocorreu,se não temos provas cabais de que ela está morta não sabemos de verdade apenas acreditamos nisso.
    Pelas agressões e ameaças feitas pelo goleiro as pessoas acreditam que ele a matou pelo seu passado por ter declarado na imprensa que era normal brigar com mulher.
    Se a acusação não puder provar o crime e o envolvimento do crime,temos 2 opções ficar com o bruno assassino a solta ou ficar com o bruno inocente que teve toda sua vida,sua carreira destruida,e vai ficar preso ainda.
    Entre a injustiça e a impunidade eu prefiro a impunidade,mesmo pq nunca teremos certeza se era ou não culpado.
    Mas como aqui é a republica das bananas,já acabaram com a vida dele e até agora estou esperando provas reais,nada de simples cronogramas de tempo.
    Até agora não podemos afirmar que eliza está morta,ninguem viu sangue em quantidade suficiente pra afirmar isso,ninguém viu corpo,só temos uma historia contada pra nos para acreditarmos,me desculpa mas eu só acredito em provas.

  25. wanderson said,

    Improfícua Simine Dias Costa. Com todo o respeito, vossa senhoria está afirmando que o jornal Estado de Minas comprou o poder judiciário mineiro. Vossa Excelência, que se intitula advogada, crê com veêmencia que o os juízes mineiros foram comprados. Ora, santa ignorância. O júri então não foi popular? Este crime então não fora levado ao tribunal do júri? Você disse que fez estágio na época. Então deve ter tomado muita cachaça com o não menos improfícuo delegado Edson Bobeira, a vergonha da polícia civil mineira, também conhecido pelo epíteto de NEANDERTHAL. Este cidadão, chegou em Minas Gerais dizendo ser oriundo da ROTA, unidade operacional da polícia militar paulista. Descobriu-se que ele era policial da cavalaria, e disse a mentira para tentar impressionar os colegas de minas, o que abriu caminho para várias outras mentiras, fatos aontecidos em São Paulo que ele narrava e o colocava sempre no cenário operacional. A mentira era tanto que ele passou a acreditar piamente. Como delegado da polícia mineira, ele teve um pouco de sorte. Entrou em uma época onde o mais culto da instituição escrevia sabia com “ç”. Sem conhecer nada de leis e ainda, saber precariamente assinar seu nome, iniciou a sua carreira como vai encerrar, auxiliado por um escrivã de confiana, que faz todo o seu serviço. Na polícia civil, é conhecido como fanfarrão, conforme disse acertadamente um internauta acima. Após a atuação de um serial killer, na capital mineira, no início do século, Edson Moreira foi transferido de delegacia. A epoca ele estava a frente da delegacia de homicidios, e indiciou várias pessoas sem provas, inclusive com a prisão de alguns, enquanto o serial killer continuava a matança desenfreada. Foi um maior terror. As mulheres, que eram o perfil da vítima preterida pelo maníaco, não saiam mais de casa, com medo, temor, desespero. Enquanto isso, na sala da justiça, ou melhor, na delegacia, o FANFARRÃO dava entrevista dizendo que a solução do crime estava próxima. Até hoje não se sabe a qualificação do serial killer. O pior de tudo, o NEANDERTHAL hoje é chefe do departamento de homicídios. Na direção do departamento ele continua a envergonhar a policia civil mineira. Intrépido estúpido, estrepitoso imbécil. Verdadeiro “etilista” sem enleio. Isto mesmo, cachacheiro sem vergonha. Legítimo inútil, desprovido de competência. Edson Moreira é também conhecido como o rei das diárias. Viaja a serviço só pra receber dinheiro destinado para o custeio do servidor, quando em diligência, onde o mesmo se encontra arredado de seus sortimentos costumários. O inepto ornitorrinco, que me desculpem estes mamíferos, recebe diárias até sem viajar. Agora pasmém. O doutor ornitorrinco classe geral, ´foi quem escolheu os policiais mineiros que compoem a guarda nacional. Só indicou “personas” do seu conluio. Isto mesmo, ele indicou policiais desprovidos de aptidão e carater que estão se esbanjando com o recebimento de diárias federais. Servidores incompetentes como ele, para tão ilustre e honrosa missão e composição, a força nacional de segurança pública. Este refugo me envergonha, a ponto de sentir nojo da cara deste, deste, deste, deste….não tenho nem adjetivo adequado para nomea-lo à altura.

  26. elio de oliveira campos said,

    olha gente , esse edson moreira e cara de pau.
    imagine, ou o bruno e os amigos sao muito bons,
    ou o delegado e muito ruim, como e que nao acham o corpo dessa muher gente, nao tem como.
    elio campos.

  27. elio de oliveira campos said,

    interressante,
    porque edson moreira disse que nao tem nada que macule sua imagem nos ultimos 10 anos, sera que ele falou 10 anos, devido o caso do jornalista ter sido em 2000?
    elio campos

  28. Anônimo said,

    Temos que ter muita cautela ao acatar denuncias, e sair prendendo as pessoas sem provas, olhem o caso diretor do FMI Dominique Strauss kahn, perdeu o cargo por uma acusação que agora vem se revelando ser falsa, perdeu seu cargo foi humilhado.

    Toda quinta no policia 24horas os policias abordam negros e pardos, não encontram nada com eles, e eles sempre acham drogas escondidas por perto[Será que estavam ali mesmo ou foram plantadas pelo proprio pms?] e prendem por trafico de droga, está nitido que são prisões forjadas e ilegais, assim fazem o mesmo com armas,como pode prender alguem por porte ilegal de arma se a arma não estava com a pessoa?

    O problema não é deixar um bandido se safar por mera questão de falta de provas, o problema é prender inocentes,até pq todos são inocentes até que se provem o contrario,qualquer coisa fora disso é preconceito,ou policiais são videntes?

    Deus nos ajude a nos livrar dos bandidos, sejam tradicionais ou os fardados.

  29. Gilcimar Memória said,

    como é q a justiça de mg deixa um caso como o do Bruno nas mãos de um delegado q faz uma coisa dessas, e ainda por cima nem sabe se expressar, ninguem entende o q ele fala

  30. Elma said,

    Gostaria de saber se prenderam o culpado, já que o jornalista é inocente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: