Enfiem o acento no cu!

13 abril, 2010 at 23:02 (Uncategorized)

A maioria das pessoas que eu conheço não aceita ver um cu sem acento. Todo mundo sabe que legislação ortográfica proibe a acentuação do cu. Dizem os gramáticos que, sendo monossílabo tônico terminado em u, cu – como tu e nu – não pode ser acentuado. Mas os mestres da escatologia moderna argumentam que o cu não pode ser colocada na caixa das palavras comuns, já que ele carrega sobre si toda uma aura sentimental de que se ressentem suas companheiras de dicionário: cu não é palavra; é palavrão. E palavrões carecem das insígnias gráficas sobre suas cabeças tanto quanto anjos de suas auréolas.

Eu me coloco em cima do muro, incapaz de legislar sobre o cu alheio. Falo apenas por mim: no meu cu não vai, nem nunca foi, acento de qualquer natureza. Conheço gente que não resiste à tentação de meter um acento maroto no cu. Veem essas duas letrinhas soltas, sem aquele risco agudo em cima delas e já as consideram nuas, desprendidas de suas identidades: garrancham um pau preto a desvirginar em diagonal o u mulato. Alguns menos desavergonhados advogam a tese de que o u do cu deveria ser grafado invertido, com o acento sob ele, saindo da cavidade literal como um cocôzinho (esse sim, com acento indispensável). Entrando ou saindo, para essa gente, cu sem acento é apenas uma casa a mais na tabela periódica: o símbolo do cobre (em latim, cuprum).

É claro que num país livre e pretensamente democrático como o nosso, todo mundo deveria ter o direito de fazer com o próprio cu o que bem quisesse. Essa região inóspita é o nosso contato mais íntimo com o mundo externo, aonde mandamos tomar nossos desafetos e o que seguramos na mão quando sentimos um medo paralisante. Não podemos abdicar do direito de tê-lo, e, principalmente, tê-lo como quisermos. Não posso admitir que a legislação gramatical, que me parece ter deliberadamente ignorado questões fundamentais como essa, queira definir a natureza e o estado dos cus pátrios. Eu sou um dos que defendem a extinção, completa e dolorosa, de todos os acentos da língua portuguesa, por os considerar meros acessórios de gosto duvidoso. Mas admito que o cu possa ser uma honrosa excessão, não subordinada às regras impostas de cima pra baixo, já que é – e sempre será – função do cu questionar os paradigmas caretas da nossa sociedade.

E se você é uma daquelas malas sem alça que insistem em corrigir os que metem o acento no cu, vá procurar coisa melhor que fazer. O cu é questão de foro íntimo, sua acentuação é direito inalienável da pessoa humana. Mandemos cartas à ONU e aos órgãos de defesa dos direitos humanos, para que tirania nenhuma nos impeça de botarmos em nossos cus o que quisermos! E antes que alguém me acuse de hipócrita, explico-me: não acentuo os cus desses texto porque na minha opinião de merda, cu com acento é uma redundância desnecessária, já que a sonoridade do cu já transmite a gravidade que o acento reverbera. Todavia, como Voltaire, não concordo com a banalização do cu, mas lutarei até a morte pelo teu direito de enfiar nele o que bem quiser. Afinal, acento, como pimenta, no cu dos outros é refresco.

Anúncios

17 Comentários

  1. Caroline said,

    Liberdade de expressão: tim tim! Parabéns pelo blog! Seus textos são muito bem escritos, leves e divertidos. Um abraço, Bianca Leão.

  2. Juliana said,

    Vou repetir o que já havia lhe dito pelo msn:
    Muito bom o texto! Informativo e engraçado. Porém, continuo discordando com a sua afirmação de que os acentos são desnecessários. Deixa de ser chato, viu? – rsrs
    Mais uma vez, parabéns!

  3. Ildenir said,

    Lê isso: Acordo ortografico em cu é zorra?? Parabéns Driano, ótima escrita, muito bom!

    • Adriano Fernandes said,

      piada pronta: acento de cu é rola.

  4. Ildenir said,

    Acordo ortografico em cu é zorra?? Parabéns Driano, ótima escrita, muito bom!

  5. Adriana said,

    Como eu já te disse, texto engraçado, ambiguo e bem escrito. Mas… ah, essa intelectualidade usada para produzir um projeto de mestrado… 😀
    Adriana.

  6. Daisy Damasceno said,

    Tu apronta cada escrita. Comentei o texto com Bruno, e ele, cumprindo seu ofício de professor de português, quis logo saber os motivos pelos quais tu defendia a acentuação (ou não”) do cu. Diz ele: Cu não é acentuado por que de acordo com a regra gramatical, monossílabo tônico que leva acento tem que terminar em ‘a’, ‘e’ ou ‘o’. Logo percebemos que esse foi apenas o pretexto inicial para esse texto tão rico. E Bruno conclui: GRAMÁTICA NÃO SERVE NEM PARA LIMPAR O CU, POR QUE O PAPEL É GROSSO. Parabéns, Dri.

  7. Gueixa said,

    Muito bom!!!!!!
    Adorei!

  8. Ludmila said,

    Olá, irmão mais velho! Algo me leva a crer que você me visitou por mais de uma vez… Quando discordamos nalgum ponto sobre a obrigatoriedade do diploma, hahaha

    Diploma à parte… Por que chamam cu de palavrão? Nossos ‘descobridores’ o consideram uma palavra por excelência (e nem um pouco chula). Em Portugal, tomar uma pica no cu nada mais é que… Injeção na bunda.

    Enfim… Adorei seu texto! Muito bem escrito e engraçado… Dediquei 5 minutos a rir disso! Hahahahaha

    Beijo!

  9. Thais Camargo said,

    Excelente texto, bem escrito e bem argumentado. Ri muito! Parabéns!

  10. geovana said,

    Adoroooo sexo oral

  11. Fernanda Freitas said,

    Adorei!!

  12. Marildah said,

    Adorei o texto, e defendo que se use o acento no cú. Seria uma exceção à regra mais do que justa!

  13. Anônimo said,

    Gostei deste texto. No meu cu não leva acento, porque preciso dele para assento !

  14. João Nogueira da Costa said,

    ” cocôzinho (esse sim, com acento indispensável)” – não leva acento, a sílaba tónica é “zi”. Texto bacano.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: